A importância dos alongamentos para os pés, faça você também!

Os pés tem função muito valiosa para nosso corpo, apesar de normalmente receber pouca atenção. São responsáveis por toda sustentação, pressão e sobrecarga e consequentemente podem comprometer a saúde e bem-estar do corpo como um todo.

Existe muitas formas de aliviar tensões do dia-a-dia, uma das mais eficientes é o alongamento dos pés, caracterizado por proporcionar condições favoráveis à saúde pois ajudam no relaxamento da musculatura e ainda previne lesões.

VANTAGENS E CUIDADOS NO ALONGAMENTO DOS PÉS

Os alongamentos para os pés podem (e devem) ser feitos todos os dias. A primeira vantagem que destaco é o pouco tempo necessário para cada exercício, deixando de lado a falta de tempo (“comum”) em nosso dia-a-dia.

Importante enfatizar que, apesar de considerados fáceis, é necessário todo cuidado ao realizarmos os exercícios, isto por quê qualquer atividade com intensidades variadas, realizadas de maneira incorreta, pode trazer danos ao corpo.

Outro aspecto importante a ser considerado é a relevância do auxílio de fisioterapeutas ou outros profissionais habilitados a realizar o acompanhamento durante o alongamento e outras atividades e exercícios específicos desta região. Isso faz com que sejam evitadas lesões articulares que comprometam sua saúde.

Seu esforço será grau médio, ou seja, é importante sua
dedicação, cuidado e zelo em si mesmo.

Vale ressaltar que cada ser humano apresenta necessidades específicas e que podem ser extremamente variáveis de acordo com o que esteja passando, logo, a eficiência de tais exercícios e práticas, dependerá da situação clínica que esteja sendo manifestada naquele instante.

Portanto seus efeitos podem ser diversos, tais como afastar a tensão entre tornozelo e pé, melhora da amplitude de movimento de toda região, e muitos outros.

No entanto, é preciso estar atento aos sintomas, pois em algumas lesões pode haver necessidade de outros tipos de tratamento e exercícios. Essa é a importância de um auxílio profissional especializado, como o fisioterapeuta podopostural.


EXERCÍCIOS DE ALONGAMENTO

Para a parte Frontal dos Pés:

O feixe plantar é uma área do pé constituída por tecido conjuntivo e com alta densidade. Considerada uma região “problemática”, que suporta todo arco inferior do membro. O movimento que deve ser caracterizado realiza-se desta forma:

  1. posicione os calcanhares sobre a pélvis e mantenha a base dos pés esticada;
  2. incline para trás em um breve ângulo, e em paralelo à contração dos músculos do tronco;
  3. use a curva dos pés para apoiar o corpo;
  4. sustente a posição por 20 a 25 segundos*.

*  É necessário 1x de 20 a 25 segundos para que seja realizado o estiramento necessário das fibras musculares.


Para o Peito do Pé:

Exercício que contribui na melhora da amplitude de movimento e concentração das fibras dos músculos, evitando dores na região dos calcanhares, realize da seguinte forma:

  1. sente-se sobre os joelhos;
  2. fique com os pés esticados e as solas voltadas para o teto;
  3. mantenha as costas retas e o peso corporal sobre a panturrilha;
  4. incline lentamente para trás em comprimento dos músculos do tronco, mantendo a curva dos pés para apoiar o corpo;

5. sustente a posição por 20 a 25 segundos.*

*  É necessário 1x de 20 a 25 segundos para que seja realizado o estiramento necessário das fibras musculares.


Para os Arcos Plantares:

Pela região ser constituída de terminações nervosas, tendões e alguns pontos de pressão, essa área está sujeita a dores no enrijecimento dos músculos. Este alongamento é bem simples:

  1. use uma bola de tênis (ou um rolo, ou até mesmo uma garrafa de água cheia) abaixo dos pés;
  2. aplique um pouco de pressão sobre o objeto;
  3. realize movimentos com a bola por todo pé, da ponta até o calcanhar;
  4. repita por 2 a 3 minutos de maneira lenta e constante, passando por todas regiões do pé, mantendo sempre constante a pressão para que seja eficaz;
  5. para facilitar, faça com um pé de cada vez.

O Músculo Gastrocnêmio:

O músculo gastrocnêmio, também conhecido como panturrilha (ou ainda “batata” da perna) contempla o tendão do calcâneo, é uma região propensa a espasmos dolorosos, na maioria das vezes resultado da permanência em pé por tempos prolongados, esforços excessivos e repetitivos, além claro, do uso de sapatos de salto alto. Evitamos grande parte deste desconforto com o hábito frequente de alongamento:

  1. em uma rampa ou numa superfície elevada (como degraus ou pilhas de revistas) que permitam o apoio das pontas do pé;
  2. apoie a ponta dos 2 pés de uma única vez e desça o calcanhar até tocar o chão;
  3. mantendo os calcanhares no chão e com as pontas dos pés apoiadas, mantenha a coluna reta, sem inclinar para frente (degraus muito altos são ruins para conseguir manter a postura);
  4. mantenha a coluna ereta e sustente a posição por 20 a 25 segundos.

*  É necessário 1x de 20 a 25 segundos para que seja realizado o estiramento necessário das fibras musculares.


É de extrema importância para nossa saúde a realização de exercícios regulares. Os benefícios que a prática de apenas alguns minutos por dia pode nos proporcionar é vital para a manutenção da saúde e do melhor funcionamento do nosso corpo.

Estes foram apenas alguns alongamentos para os pés com a intenção de mantê-los livres de dores e de má circulação.

Gostou deste post? Quer conhecer outras dicas como essa?
Siga nosso facebook e instagram.

Espaço Saúde Chapecó – Lugar de Ficar Bem.