Como melhorar o inchaço nas mulheres e na gravidez através da Drenagem Linfática

DRENAGEM LINFÁTICA NA GRAVIDEZ

Quem sofre com inchaços frequentes na gestação ou por outras razões como: sobrepeso, má circulação, problemas menstruais, exageros alimentares ou consumo de bebidas alcoólicas sabe que nem sempre apenas um chá diurético resolve.

Diversas pessoas buscam na massagem uma solução agradável e um equilíbrio físico para os seus inchaços, por isso uma das técnicas mais eficazes e utilizadas é a drenagem linfática. 

A drenagem linfática ajuda a fazer desaparecer obstruções nocivas dos vasos linfáticos e a diminuir os efeitos da retenção de líquidos em determinadas áreas do corpo, mais comum em pernas, panturrilhas e tornozelos.

Além disso, auxilia no aceleramento do metabolismo, assim a mulher consegue eliminar através da urina as toxinas, diminuindo o cansaço nas pernas, o desconforto nos tornozelos, pés inchados, etc., contribuindo para uma melhor qualidade de vida.

Além destes benefícios imediatos, a drenagem linfática permite:

• Melhorar a oxigenação dos tecidos;
• Reativar a circulação sanguínea e linfática;
• Diminuir os inchaços típicos da gravidez;
• Eliminar toxinas do fluxo linfático;
• Melhorar o aspecto da pele,  prevenindo celulite e estrias;
• Combater a sensação de desconforto e de pernas pesadas;
• Aliviar o desconforto provocado por varizes ou retorno venoso deficiente;
• Aliviar a dor e a tensão muscular;
• Relaxar e promover o bem-estar geral.

A drenagem linfática também é indicada no pós-parto, sendo um cuidado extra que ajuda a diminuir a retenção de líquidos, estimula o metabolismo e melhora o aspecto da pele permitindo recuperar mais rapidamente dos efeitos gestacionais e, essencialmente, contribuir para uma auto-imagem mais positiva. 

Uma forma de receber através do toque suave carinho e apoio nessa fase tão importante de mulher e que merecer ser apoiada para se sentir bem, feliz com o seu corpo e confortável com a sua aparência.

 

Vanessa Schlavin Regasson

Massoterapeuta

 

Leave A Response

* Denotes Required Field