Drenagem Linfática

Drenagem Linfática é um método de massagem corporal especificamente desenvolvido para auxiliar o funcionamento do sistema linfático.

Foi inventado por um fisioterapeuta dinamarquês, Edil Vodder, na década de 30 do século XX. Sua técnica mostrou-se de grande ajuda no tratamento de vários tipos de inchaços (edemas) internos e externos, causados por doenças, acidentes ou cirurgias.

O sistema linfático é parte do sistema circulatório. Ele atua recolhendo resíduos dos tecidos e célular, tendo um papel importante em nossa acapacidade de defesa e imunidade. Bactérias, células mortas, água em excesso e outros resíduos são recolhidos pela linfa, o líquido que circula no sistema linfático. Da linfa são transferidos para o sangue que será filtrado pelos rins, que por sua vez eliminarão os resíduos através da urina.

Algumas doenças ou traumatismos podem comprometer o bom funcionamento do sistema – a linfa se acumula e os resíduos não são retirados. Resultado: inchaço (edema), dor, mal estar. A massagem linfática drena esse líquido acumulado, contribuindo decisivamente para melhorar a condição do organismo.

Portanto, toda vez que o corpo apresenta inchaço interno ou externo a massagem linfática pode ser uma boa opção. O edema pode ser causado por deficiências circulatórias, traumas (acidentes) ou cirurgias. Um dos casos mais conhecidos da aplicação bem sucedida da drenagem lifática é no pós-operatório da retirada do seio em casos de câncer de mama.

Os movimentos da drenagem linfática auxiliam na cicatrização e na absorção de hematomas. Diminui a retenção de líquidos, o que pode auxiliar inclusive no tratamento da celulite. Ainda por cima, produz o relaxamento corporal e mental do paciente. Atualmente a drenagem linfática é muito utilizada após cirurgias plásticas, contribuindo para um retorno mais rápido da sensibilidade das áreas operadas.

A drenagem linfática é aplicada em sessões de, 6 a 10, uma até três vezes por semana (variando conforme avaliação profissional e objetivos do tratamento).
Duração da sessão: Facial – de 30 a 40 minutos; Corporal – de 50 a 60 minutos.
Contra indicações da drenagem linfática: pessoas que apresentam processos infecciosos, câncer, febre, afecções cutâneas, insuficiência cardíaca, diabetes, trombose venosa profunda, varizes severas.

Muito confundido com as diversas técnicas de massagem que existem atualmente, a drenagem linfática manual é mais do que um simples movimento de relaxamento dos músculos, ao contrário, é uma sequência de movimentos certeiros que têm como objetivo impedir a retenção de líquidos.

Leave A Response

* Denotes Required Field