Querida ansiedade, será que você tem?

Sensação de aperto no peito, tremores, pensamentos negativos, preocupação ou medo excessivos tudo ao mesmo tempo podem ser sintomas de Ansiedade, além disso, irritabilidade, angústia, agitação, falta de ar podem fazer parte do combo.

Quem sofre do transtorno apresenta uma ansiedade excessiva, desproporcional à realidade, o que causa muito sofrimento.

Os sintomas de ansiedade podem se manifestar a nível físico ou a nível emocional tanto em adultos como em crianças, mas a criança pode ter mais dificuldade para explicar o que está sentindo.

O transtorno de ansiedade generalizada caracteriza-se por uma preocupação e apreensão intensas, difíceis de controlar, que duram mais de 6 meses.

Para que o distúrbio seja identificado como transtorno de ansiedade generalizada, a pessoa tem que apresentar, durante um período mínimo de 6 meses consecutivos, pelo menos 3 dos seguintes sintomas:

⇒ Físicos: Agitação, cansaço, tensão muscular, taquicardia (“batedeira”), transpiração, dor de cabeça, falta de ar, aumento da pressão arterial, insônia, náuseas, vômitos, diarreia;

⇒ Mentais: Angústia, irritabilidade, dificuldade de concentração, medo, preocupação excessiva.

É importante lembrar que a ansiedade é uma reação natural do organismo que prepara o indivíduo para enfrentar algumas situações. Ficar ansioso antes de dar uma palestra ou fazer um exame importante, por exemplo, é normal.

A ansiedade é considerada uma doença quando causa sofrimento intenso e interfere negativamente em todas as áreas da vida da pessoa. A ansiedade constante e crônica também pode desencadear ataques de pânico.

E justamente por isso que devemos sempre buscar profissionais preparados, e na maioria das vezes é um tratamento multidisciplinar, para que se aprenda a manejar todos esses fatores, e lidar bem com sua querida ansiedade.

Dra. Fabiola C. Broch